Dia Nacional da Consciência Negra

No dia 20 de novembro, comemora-se o Dia Nacional da Consciência Negra, dia da morte de Zumbi dos Palmares, figura histórica como símbolo de resistência. A data foi instituída oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011 como forma de lembrar as dificuldades e o sofrimento dos negros desde a colonização do Brasil. Ao mesmo tempo homenageia as lideranças que têm defendido os direitos dos negros, desde abolição da escravatura no Brasil. O Dia da Consciência Negra é feriado em alguns estados do país.

consciencai_negra

Em Joinville estão previstas homenagens, apresentações culturais, lavagem do Monumento dos Imigrantes e Blitz ‘Joinville contra o Racismo’. Esses e os demais eventos do Mês da Consciência Negra são organizados pela Casa da Vó Joaquina e contam com o apoio da Prefeitura de Joinville, através do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec).

A Casa da Vó Joaquina é uma entidade de caráter cultural e social, criada em 1994 com a finalidade de apoiar, elaborar e desenvolver eventos comunitários beneficentes, educativos artísticos e culturais.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Santa Catarina é o estado com menor população negra. Isso não significa que essa população sofra menos com as violências. Dados do Atlas da Violência 2017, um estudo elaborado entre o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aponta que mortes de mulheres negras avançaram 133,4% de 2005 a 2015 no Estado, uma taxa mais de quatro vezes superior ao de mulheres não-negras, de 30,6% no período. A criação da data tem como foco aumentar a valorização da população negra na esfera política e social.

Fonte da imagem: noticiadamanha.combr

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Mostra Escolas Sustentáveis

Na manhã da última segunda-feira, 13 de novembro, foi realizada a Mostra Escolas Sustentáveis, evento de confraternização e fechamento das atividades de 2017. Foram​​ apresentados os projetos realizados pelas instituições de ensino ​vencedoras do Prêmio Embraco de Ecologia de 2016. Participaram do encontro Heber, Professores, diretoras, representantes das escolas, CEIs,​ Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Educação, time de Comunicação e Sustentabilidade e Heber Hespanhol, Gerente de Ferramentaria, representando o Diretor de Operações,​ prestigiaram o evento realizado na Embraco.​

 

​Projetos Prêmio Embraco de Ecologia

Categoria Ação
CEI Miosótis – “Mãos na terra, mãos no coração, mãos que fazem arte!”
CEI Paraíso da Criança – “Paraíso! O parque das sensações”
Escola Municipal Germano Lenschow – “Faço tudo que posso”
Escola Municipal Professor Avelino Marcante – “Nós, nossos espaços e ambientes: uma convivência harmoniosa”

Categoria Transformação
CEI Alegria de Viver -​ “Tecendo Histórias, Conhecendo Raízes, Partilhando Saberes”​
CEI Meu Pequeno Mundo – ​”Caminhando pelo mundo”

 

20171113_114549.jpg

 

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Respeito à vida

012-mensagem Rubens Alves.jpg

Imagem | Publicado em por | Publicar um comentário

Separe. Não pare.

21105662_1925197757746407_6907357612881598068_n.jpg

A ONU Meio Ambiente e a Coalizão Embalagens, formada por 23 associações empresariais signatárias do Acordo Setorial de Embalagens em Geral, lançaram nesta segunda-feira (28) na Casa da ONU, em Brasília (DF), o movimento “Separe. Não Pare.” com o objetivo de informar, inspirar e mobilizar a população brasileira a separar e descartar corretamente os resíduos domésticos.

A coalizão tem como missão reduzir em 22% a quantidade de embalagens encaminhadas para aterros sanitários no Brasil até 2018. Para atingir esse resultado, ressalta a responsabilidade compartilhada, tão disseminada pela Política Nacional de Resíduos Sólidos com a participação de empresas, prefeituras e da população. Um dos focos é sensibilizar a sociedade sobre a separação do lixo doméstico em orgânico e reciclável e destinar corretamente para catadores do bairro, em pontos de entrega, ou por caminhões de coleta seletiva.

A divulgação será feita por uma campanha digital, desenvolvida pelo Grupo TV1, com a participação de influenciadores e o portal informativo www.separenaopare.com.br. Nele, a população pode encontrar conteúdos como o passo a passo da separação e o descarte corretos de diferentes tipos de embalagens; onde encontrar pontos de entrega; iniciativas já existentes; detalhes sobre quais materiais são recicláveis ou não, entre outros.

infografico_POTE-IOGURTE-01-1.png

fonte: http://separenaopare.com.br

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Ajude a arrecadar lacres

Às vezes, para entender as outras pessoas, a melhor maneira é se colocar no lugar delas. Essa foi a experiência que a professora Jaqueline fez com as crianças das turmas do 1º período B e C do CEI Paraíso da Criança. Ela propôs ações lúdicas, em que os alunos tiveram que utilizar uma cadeira de rodas para compreender como vive um cadeirante.

A atividade, que também envolveu as outras turmas do CEI e familiares, fez parte da campanha para arrecadar lacres de latinhas para que sejam trocadas por uma cadeira de rodas. São necessárias 120 garrafas pet cheias de lacres para chegar ao objetivo. Até agora, já foram conseguidas 54.

Com ações assim, o que se espera é elevar a compreensão sobre o tema e estimular a doação dos lacres.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado em Uncategorized | Etiquetas | Publicar um comentário

Caieiras, nosso quintal

Land Art é uma atividade artística em que o ambiente natural é integrado à obra. Pais e alunos do CEI Miosótis tiveram essa experiência quando visitaram o Parque Caieiras, há poucas semanas. Juntos, observaram o mangue e o sambaqui, antes de criarem seus trabalhos.

20170516_10052520170516_10434420170516_094533

Publicado em Uncategorized | Etiquetas | Publicar um comentário

Cidade terá Jardins do Mel

bee-ciclovivo-curitiba

Já tem data para implantação o projeto que vai polinizar naturalmente a cidade de Curitiba. O chamado Jardins do Mel começará no início da primavera, em 21 de setembro. A primeira das estações que abrigará as abelhas nativas sem ferrão ficará no Parque Barigui.

“A ideia da Prefeitura é criar um grande programa de polinização e de difusão do conhecimento da importância da correção ambiental”, explica o prefeito Rafael Greca. Com os Jardins do Mel, a cidade voltará a estimular a presença dos insetos, responsáveis por boa parte do cultivo agrícola e disseminação de árvores nativas.

Entre os locais definidos, além do Barigui, estão o Jardim das Sensações, no Jardim Botânico; e o Bosque Reinhard Maack, no bairro Hauer. Outros locais já confirmados são o Zoológico de Curitiba, no Boqueirão; o Museu de História Natural do Capão da Imbuia; e o Passeio Público, no Centro. “São locais que, além de facilitar a implantação do projeto, cumprem o requisito de educação ambiental”, conta Márcia. Demais pontos devem ser divulgados em breve.

A localização das caixas deve favorecer a autonomia de voo das abelhas sem ferrão, que varia de espécie para espécie, entre 500 metros a dois quilômetros. A variação depende do tamanho do corpo e das asas dos insetos. Assim, elas poderão polinizar a maior parte da cidade de forma natural, permitindo a enxameação e a volta das abelhas para a cidade.

 

Educação ambiental

Fatores como a própria introdução da abelha africana para produção de mel e outros derivados, desmatamentos, queimadas, entre outros, contribuem para a diminuição da incidência da abelha nativa. No mundo, há 400 espécies e 300 delas são endêmicas do Brasil.

O repovoamento e a sensibilização para a sua importância são outros objetivos de um amplo programa, que além dos Jardins do Mel, prevê a educação ambiental para as crianças das creches e escolas municipais. “Cuidar das abelhas é cuidar da preservação de toda a biodiversidade da cidade”, afirma o professor Felipe Thiago de Jesus, responsável pela implantação.

Fonte: http://ciclovivo.com.br e foto:Daniel Castellano/SMCS

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário